terça-feira, 19 de abril de 2011

Por HOMENAGEM AO LIVRO, a tarde NA CULSETE: sábado próximo, 23 de Abril

clip_image002

I – VER O CARTAZ NA MONTRA DA CULSETE
«Todos os anos, a Direcção-Geral do Livro e das Bibliotecas assinala este dia com a publicação de um cartaz que distribui por bibliotecas, livrarias e outros espaços culturais. Com este cartaz, pretende-se chamar a atenção para a importância do livro e da leitura como forma de melhorar os índices de literacia das diferentes camadas da população.

O cartaz deste ano é da autoria do artista plástico e ilustrador João Vaz de Carvalho. Premiado nacional e internacionalmente, editado em vários países, é hoje reconhecido como um dos mais prestigiados artistas do sector.»
http://www.dglb.pt/sites/DGLB/Portugues/noticiasEventos/Paginas/DiaMundialdoLivro2011.aspx


II – PASSAR NA CULSETE A TARDE DO PRÓXIMO SÁBADO:
O NOSSO CONVITE AMPLAMENTE DIVULGADO
PELA IMPRENSA E PELA INTERNETE
«No próximo sábado, 23 de Abril, a partir das 16: 30 horas, a Livraria Culsete (Setúbal: Avenida 22 de Dezembro) vai realizar, a exemplo de anos anteriores, uma tertúlia de leitura, comemorando assim o Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor.

Serão perto de duas dezenas os leitores, escritores e não só, frequentadores habituais da livraria, que irão ler vários tipos de textos, numa partilha democrática sem outro limite que não seja o do tempo de leitura.

Para além disso, durante todo o dia 23, a partir das 10 horas, a Culsete vai disponibilizar uma selecção de títulos, de grande qualidade, a preços bonificados, sendo a bonificação de 20%. Os restantes livros à venda na livraria terão uma bonificação de 10%. Passe pela Culsete e veja a nossa escolha. E, se tiver de honrar a tradição pascal de oferecer amêndoas, permita-se este ano dizer como nós: as minhas amêndoas são livros.

Prevê-se, pois, uma muito animada tarde de tertúlia de leitura na Culsete. A entrada é livre, como é habitual. Apareça! Contamos consigo e com os seus amigos.» 
http://nestahora.blogspot.com/


III – «PERMITA-SE ESTE ANO DIZER COMO NÓS:
          AS MINHAS AMÊNDOAS SÃO LIVROS»
Não fazer as coisas por menos.
Sem dúvida que chamar a atenção para a importância do livro, promovê-lo numa sociedade que está muito longe de níveis aceitáveis nos seus hábitos de leitura, discutir a preservação do livro perante  a crescente invasão do seu espaço pelas novas tecnologias, tudo isso está bem, é apropriado para o dia Mundial do Livro.
E se juntamente com isso, acima disso e exactamente como boa maneira  de conseguir isso, quisermos, à nossa celebração do Dia Mundial do Livro, imprimir um sentido e sentimento de GRATA HOMENAGEM?
Cremos, nós por cá, que é com esse sentido e sentimento que virão no próximo sábado à Culsete as pessoas que virão.

Porque somos nós, os apaixonados do livro e da leitura, que vamos celebrar o Dia Mundial do Livro.
Alguém duvida?
Não! Não são os que o não respeitam, quer por não o terem descoberto quer por terem descoberto que o livro serve para fins que lhe são alheios, desde manipulações de ideias a assaltos a carteiras.
Somos nós! Cada dia mais conscientes de que, muito do que somos e do melhor que somos, ao livro o devemos.
L. V.

DSCF1554
23 de Abril de 2006

DSCF2808
23 de Abril de 2010

Sem comentários:

Enviar um comentário