sexta-feira, 29 de julho de 2011

*1 *2 *3 *4 DESORDENS & ABUSOS DE ACABA-LÁ-COM-ISSO

*1
sensação de estar nos limites da sobrevivência de que já o abismo está a agarrá-lo não é justo senti-lo acho um abuso das leis da vida sobre a sua consciência de si bem sabe que já deu o que tinha a dar mas dói ir escorregando se massacrado para além do aceitável e o caso sendo esse é cada pancada na cabeça
*2
nem data nem avio só tu como se horizonte aonde nunca se chega pois que para haver horizonte tem de haver distância
*3
olhos abertos ou fechados vendo o mesmo certo e sabido que o mesmo não devia impressionar ou prender o olhar ver o mesmo fica igual a nunca ter visto o que sempre esteve à vista será por isso que ninguém consegue ver com olhos de ver o que vê
*4
aqui nada se pode dizer que valha a pena e estender a mão em gesto e ofício de escrever só de alguém que aceitasse fingir que a pena valia e que para se encher de vazio e mais vazio precisasse de enganos e mais enganos
V. L.

Sem comentários:

Enviar um comentário