terça-feira, 27 de setembro de 2011

TAMBWE–A UNHA DO LEÃO, o novo romance de António Oliveira e Castro

- Leva-os para ali, para junto daquele penhasco!
Consegue imaginar, caro leitor, que pensamentos se alojam no íntimo de um condenado à morte? (…) Não o consegue? Porque pensa  que todo este enredo não passa de um devaneio de escritor, de um exercício de imaginação febril?


(…)

Cheirava a frutos silvestres.
Os quatro homens pairavam, invisíveis, na noite do cárcere quando os carrascos vieram buscar o prisioneiro para ser fuzilado. Gravada nas paredes sujas, tinha ficado a partitura de Brahms.

- Ainda não leu este TAMBWE-A Unha do Leão, o novo romance de António Oliveira e Castro?
Pois não, sei bem que não! Nem precisa de se apressar.
- Por…?
- Porque o livreiro espera que quem leu A Especiaria, o anterior romance do nosso conhecido e amigo autor, venha por este novo romance. 
Com tempo! Ainda é Setembro e depois vem Outubro…
Também Angola, neste romance, mas diferente, a abordagem. Um romance novo.
L. V.

Sem comentários:

Enviar um comentário