sexta-feira, 23 de setembro de 2011

«um encontro amigável»: http://encontrolivreiro.blogspot.com/

1
Em vez de…,
como seria compreensível, por mais normal ou comum,
o Luís Guerra,
administrador do nosso blogue de Gentes do Livro
que cada vez mais frequentado vai sendo,
pois há mesmo quem creia que isto não fica assim
convida o nosso impulsivo anónimo
para o  III Encontro Livreiro, aqui em Setúbal,
marcado, como os anteriores, para o último domingo de Março que em 2012 será
no dia 25.
Como aqui se vê e revê: http://encontrolivreiro.blogspot.com/
Digam-me lá se uma atitude destas não é de respeitar com um destaque de vénia!?
Como é que Luís Guerra sabia que eu ia ficar a bater palmas por esta sua atitude tão positiva e tão fora do espírito de briga em que vai moldada a nossa sociedade e convivência?
Porque é meu amigo e merece a minha sincera amizade. Sabia, porque é meu amigo e sabe ler. O que não impede que… 

Não é que não se dê um berro de vez em quando.
Quando o abuso o merece, tantas vezes o merece!.
Mas um berro é um berro e jogar à malcriação e ao insulto, aceitar entrar nesse jogo como forma de…, cheira mal de mais.

2
«como se a massificação das vendas fosse "servir melhor". Isso mostra alguma ignorância quanto à qualidade do serviço vs massificação.»
Rosa

«pode demorar muuuuuuiiiiiiiiiito tempo.»
Onésimo
«Anónimo cidadão que pacificamente assina»
Luís Guerra

3
O que estes comentários me trazem é o desejo de continuar aberto aos encontros possíveis, até que a noite chegue (Onde é que isto já me viera à escrita?).
 
Vamos a ver se há algo mais a dizer e se vale a pena…, se continuo a ser capaz de sorrir a quem se aborrece ou não gosta ou despreza ou  leva a mal ou trata de si e não quer saber de mais nada nem de ninguém ou tem medo de que se vier à conversa seja tratado a aguarrás.

Há tanto que fazer e tanta gente paralisada como se nada se pudesse fazer… Por favor, abram caminho! Quando eu fechar ou morrer, daqui a muuuuuuiiiiiiiiiito tempo, por favor, não se calem! Discutam sempre! Abram caminho!
L. V.

Sem comentários:

Enviar um comentário