domingo, 9 de outubro de 2011

MANUEL DA FONSECA: do Congresso deste fim-de-semana ao Centenário de nascimento no próximo sábado dia 15


Terminando hoje o Congresso, para solidarizar-me, em minha insignificância embora, com tão justa homenagem, leio uma palavra de Mário Dionísio em que aprendo um poema do poeta, cronista, contista e romancista que foi o humaníssimo Manuel da Fonseca e prometo contar aqui o que foi uma noite de espanto entre Setúbal e Santiago do Cacém.

Do prefácio de Mário Dionísio à
OBRA POÉTICA
de Manuel da Fonseca:
«pela noite dentro, falando, falando, falando, lendo e ouvindo, ouvindo e lendo, projectando, reconstruindo o mundo todo, a vida toda:
Domingo que vem
eu vou fazer as coisas mais belas
que um homem pode fazer na vida».

E se abri, por feliz acaso, o blogue em que vem um «talvez Manuel da Fonseca se risse…», posso fechar deixando esse blogue aberto:
http://a-de-mar.blogspot.com/2011/10/congresso-manuel-da-fonseca.html
L. V.

Sem comentários:

Enviar um comentário