sábado, 22 de outubro de 2011

QUE BASTE SENTIR

o céu limpou tens ainda luz do dia a coragem para continuar viagem está a segurar-se sobre uma precária serenidade e ao lado ouve-se esta notícia triste e com ela o esclarecimento do sentido da música como se o domingo tivesse sido propositadamente escolhido para um convite a guardarmos na memória esse sentido em definitiva verdade de um último dia


só por si as palavras não se dão a entender a música sim e por isso o poeta exige musicalidade verso verso para que  as palavras revelem o interior de si mesmas e musicar as palavras pode ser uma dupla revelação eu já vi e chorei comovido agradecido enriquecido

resta pedir que não queiras fazer as perguntas de quem não sente baste apenas sentir para que na sobriedade do entender a verdade seja também a tua uma verdade tua que sem palavras entendas e te encoraje a viagem num ambiente em que a música pode revelar o sentido do grande silêncio
R. V.

Sem comentários:

Enviar um comentário