quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

CONCORDÂNCIAS

RESPEITO

a insignificância de quanto se faz
um nada em si
e todavia já cumprindo a lei da realidade
o mundo a ser feito por tudo.

compreende pois o respeito por quanto existe e acontece
não desprezes ninguém
não desprezes nada

na incomensurável vastidão do espaço e do tempo
aprender o resumo em que fiques na consciência de ti mesmo
e em que deves ficar enquanto vivo
perante ser e fazer 

consciência de ti no caminhar
para um dia em resto

aí chegando
esquece


juntamente com o pão que já comeste
esquece por igual os sonhos em que tudo projectaste
quanto?
quantos?

o tudo de tudo assim entregue à soberana verdade
que te impregna de luz e ilusão
num mesmo movimento


R.V.
Setúbal
29.VI.2003 e 28-29.XII.2011

Sem comentários:

Enviar um comentário