quinta-feira, 31 de março de 2011

DIA INTERNACIONAL DO LIVRO INFANTIL – JÁ SÁBADO! - 2 DE ABRIL. E A CULSETE VAI…

Recordam-se?  Nasceu a 2 de Abril de 1805 o universal criador de contos Hans Christian Andersen.
Esse mesmo, o célebre escritor dinamarquês que visitou Portugal em 1866. Passou um mês em Setúbal e aqui plantou um abeto como símbolo de união entre povos.
Muitos sabem e alguns mais deviam saber que nos deixou um belo livro sobre tudo o que por cá viu e viveu.
Está por aí!
Está por aí Uma Viagem em Portugal em 1866, traduzido pelo setubalense Silva Duarte.
Não sei se não estará em desaparecimento a edição disponível, nem como vai ser de futuro… Mas, por enquanto, temos alguns exemplares…
DSCF1426
As fotografias que aqui hoje integram este «post»não são actuais. Nem a de  «A ÁRVORE DE ANDERSEN EM SETÚBAL», na Avenida  Luísa Todi,  junto ao coreto, nem as que nos vão mostrar, entre crianças felizes, ainda connosco e sorrindo, a nossa querida e saudosa Matilde Rosa Araújo, figura cimeira da Literatura Infantil Portuguesa.

Em 2006 o 2 de Abril caiu num domingo: Um Dia Internacional do Livro Infantil tão feliz, na Culsete!
São desse 2 de Abril, as fotografias que vêm a seguir.
E a anterior?
Essa?
Apela a que no sábado vão lá… Para ver a ofensa, a pobreza e a incúria que suporta um monumento, por não ser de pedra ou metal. Questões de nível cultural e de ainda agora é que estarem por volta dos vinte as crianças que vão indignar-se pelo que acontece com a árvore que ajudaram a plantar com as suas mãos.
Perdoem-me…
Todos podem calar-se. Talvez por respeito à inutilidade de insistências incómodas, por distracção de vida cheia,  por cobardia de quem cede a «eles» todas as responsabilidades. Eu não. Não tenho o direito de não dizer mais nada…
Ou tenho e não devo, por comodismo, aproveitar-me dele?

O 2 de Abril! A nossa homenagem a Andersen! O centenário de 2005! A persistência de Niels Fisher! A atenção que muitas coisas merecem e deviam merecer se… 
Quão boas recordações deixaram ao longo dos anos as comemorações do Dia Internacional do Livro Infantil na Culsete, a quantos nelas foram participando!
Matilde! O primeiro Dia de Andersen que vamos passar sem ti… Lembras-te das crianças contigo, por todo o país, neste dia?

A nossa homenagem:
Ler e reler O Livro da Tila.
Lê-lo agora!
Há anos esgotado e…
Que bom milagre e quanto o agradeço!
Pouco depois do Julho p.p. que nos levou a Matilde, O Livro da Tila a reaparecer em nova edição, para que ninguém se possa desculpar de não ler agora um dos grandes livros da poesia  portuguesa da sua/nossa época.
[…]
Não era preta mas triste,
Tão triste e tão perfumada…
Ai violeta!
[…]
E pela tarde o sol-pôr
Leva-lhe a cor de poente…
Ai violeta!

E pela noite morreu
A olhar um pirilampo…
ai Violeta!

Da pobre semente preta
Ninguém diga: ficou nada!
Tão triste,
Tão delicada,
Ai violeta!


DSCF1478
No próximo Sábado -clip_image004 2 DE ABRIL
DIA INTERNACIONAL

DO LIVRO INFANTIL – 2011
A livraria Culsete
vai mais uma vez comemorar este dia no seu espaço,
trazendo a Setúbal os escritores
 
Luísa Ducla Soares

e


Fernando Bento Gomes

e também o ilustrador e autor de banda desenhada


José Ruy


A partir das 15 horas
a porta da nossa livraria estará aberta.
Av. 22 de Dezembro, 23-A/B – SETÙBAL
TRAGA AS CRIANÇAS! * TRAGA AS CRIANÇAS!
CRIANÇAS E JOVENS! * CRIANÇAS E JOVENS!

DSCF1443
 Na   clip_image002[6]- 15h  - sábado

Haverá tempo para:
DSCF1451
conversar com os escritores e escutar textos de origem diversa.

E oportunidade para:
DSCF1486
desenhar o que tiver sido ouvido
ou simplesmente imaginado.

E AS SURPRESAS?
essas só serão reveladas no  momento! 

E o nosso CONVITE termina assim:
«APAREÇA!
CONVIVER COM OS LIVROS É SEMPRE UMA GRANDE FESTA».

Convite
que vai, aqui e hoje, só para quem ainda o não recebeu, na escola, no seu computador ou, em mão, na livraria.
L.V.

quarta-feira, 30 de março de 2011

III ENCONTRO LIVREIRO-25.Março.2012(2)

A data foi marcada no passado domingo, no II Encontro Livreiro Anual em Setúbal.
No próximo ano, 2012, o último domingo de Março é dia 25:
III Encontro Livreiro. 
Nesse dia o acontecimento já completará dois anos. É muito novo, mas, se crescer ao ritmo do seu primeiro ano, é preciso cuidar-lhe das asas.

O tempo voa!
E o «espantalho»?
Sabe-se lá se voa ou se continua no seu lugar! De pouco a pouco envia sinais de partida, mas vai ficando…

Quem  daí nos quer trazer de novo à leitura daquele poema que partilhámos, no nosso «encontro e convívio», e que é parte integrante de O Espantalho Voador de Fernando Bento Gomes?
Tenho de repetir! Ao menos o «ponto»  final :
A vida de uma cidade
nasce das mãos das pessoas.

O II Encontro Livreiro, que ao longo de todo o mês despertou um interesse e teve uma divulgação que deverão, talvez, merecer um cuidadoso momento de reflexão, atingiu os seus objectivos de encontro e agradável convívio das Gentes do Livro. Com os quarenta a cinquenta participantes que se previra (Cf. notícia da Lusa que pode ser lida no DN de sábado, 26). Participantes fisicamente, porque não foram poucos os que quiseram e não puderam vir, e muitos mais foram os que, não pretendendo vir, acompanharam com interesse o modo como o acontecimento se propôs.
Quem foi participando e sentindo crescer a satisfação de estarmos uns com os outros em intervenção, em troca de ideias, em ficarmos a conhecer-nos, a aperceber-mo-nos do enriquecimento desta troca de pontos de vista muito diferentes, saiu contente… e, e, e…E tarde! Da Culsete e (muitos) de Setúbal.
EU VI!

E o livreiro velho? Que tal? 
Está aqui para agradecer a todos e a muitos: os que participaram e os que não-mas…
Ora, digam! Façam o favor de se porem no lugar dele: não se sentiriam gratos a quem participasse num acontecimento assim, nas vossas casas, a vosso convite?
Quando sentiu que o pretendido ambiente já estava a acontecer, o livreiro velho rejubilou.
E foi tão bem tratado!
O II Encontro Livreiro Anual em Setúbal acabou deixando a sorrir todos os que foram ficando até se acabar a tarde e a noite chegar com uma chuvinha bem semelhante à da madrugada:
«Março, marçagão!…».
Até a metereologia! 
Muito simpática, ao longo da tarde!

Contente, muito contente que estava o livreiro velho. E não o escondeu!
Então ficou satisfeito?
Depende do que se entender por satisfação.
Tudo podia ter sido ainda melhor. É preciso crescer, aprender a tirar todo o proveito da experiência que se vai adquirindo. À medida que se cresce mais fácil é perder a espontaneidade e afabilidade  que proporcionam conhecimento e bom entendimento. 
Conhecimento e entendimento: a base da possível, necessária e urgente cooperação.
Como Pedro Vieira apelou, ao enviar pelo seu blogue o seu-nosso cartaz: GENTES DO LIVRO, UNI-VOS!
 
Já se está no III Encontro Livreiro Anual em Setúbal desde a segunda-feira a seguir a vivermos o II:
ouvi o apelo de Luís Guerra e espero ir ao seu encontro para que o Encontro Livreiro, pela blogosfera, vá decorrendo até 25 de Março de 2005.

«Espero».
Ouço-me em eco?
Não, não!
Espero mais, e muitíssimo a sério, é de quem levou a sério a percepção que teve do  prazer e proveito de nos encontrarmos, nos conhecermos e convergirmos.
Depois do êxito de tão participativa comunicação na blogosfera, durante as últimas semanas, daqui a um ano que todos se «queixem» do Luís Guerra, por nos ter pedido que fôssemos «postando» ideias, iniciativas, tudo e de tudo o que é nosso, no nosso blogue «encontrolivreiro.blogspot.com».
Queixemo-nos de nos ter apanhado com o seu reconhecido entusiasmo  por uma causa que afinal é a de todos nós!
Nós,
a quem livros e leitura enchem e preenchem a vida.
L. V.

Mais uma vez um P.S.!
É para dedicar este texto aos bloggers que…
L. V.

terça-feira, 29 de março de 2011

III ENCONTRO LIVREIRO–25.Março.2012 (1)

Já vou agarrar em meu chapéu e em minha bengala para ir, como devo, ao encontro de quem, depois de eu antes ter insistido tanto em falar do II Encontro Livreiro, agora espera, com todo o direito de mo exigir, que diga como senti, vivi e vi esse tão bonito quão simples acontecimento.
Antes do blogue, porém, devo dar atenção aos mails. Posso?

Mensagens anónimas? De modo algum! De pessoas muito amigas. Mas aqui, perdoem, passam a sê-lo: anónimas, para que todas as outras não se ofendam, por excluídas. 

Achei que me seria permitido vir trazer aqui o que seleccionei de quatro das mensagens-mail recebidas entre domingo e hoje, 29. Com o objectivo último de moderar a minha emoção ao ver quantos e quanto compreenderam que a iniciativa destes encontros era de levar a sério. Moderá-la antes de  escrever sobre o futuro encontro, em 2012, partindo do que foi este, que já passou, o do «último domingo de Março» de 2011.

1
Bom resto de domingo, bom encontro setubalense.
2
Espero que o pessoal de Setúbal diga qualquer coisa. Não foi possível ir, mas estou convencido que deve ter sido bom.
3
Gostava de ter lá estado e assistir à tua qualidade de anfitrião. Vou esperar pela publicação no blog.
4
Manuel,

Já vi que foi em grande. Parabéns!
Agora descansa e bebe uns copos.

Peço desculpa de ter bebido antes de descansar.  Antes de  descansar! Vir aqui mal me despedi dos últimos amigos a partir! Quem de longe queria saber do  II Encontro Livreiro, vem dizer que só depois devia beber: «descansa e bebe». Toda a razão! Mas só o compreendi agora. Antes não fui capaz.

Mas também…
Como é que, na hora certa de oferecer o meu prometido Moscatel,  não o beberia em alegria com os que quiseram e puderam vir beber comigo? 
E foi por isso:
em vez de «descansa e bebe», foi bebe e descansa. E... Não sei se foi por isso... Quem viu tudo tem mesmo que vir dar opinião sobre esse e outros pontos...

Não acreditem, por favor, que haja nisto humor, quer dizer, um humor de qualidade. Esse lvem logo a seguir ao «descansa e bebe» da mensagem.
É aquela de um engenheiro químico. Quando chegou à reforma especializou-se em  reacções químicas de cerveja, vinho e vodka nas suas próprias entranhas, à falta dos laboratórios em que deixara de trabalhar.
Que belo exemplo, e que grande amigo meu, este meu amigo! Como ele me compreende! Cerveja, vinho, vodka!

Mas também…
Como é que, dada a minha especialidade, vou deixar de me embebedar destes meus interesses e paixões pelos livros, pela leitura, pela livraria como oficina de leitura, pela cooperação das profissões do livro, pelo entendimento que permita às Gentes do Livro cumprir com a parte que lhes compete e que considero indispensável, no urgente progresso da inteligência, essa intimidade do homem consigo, com os outros e com o Universo… 
A caminho de uma era da Humanidade tão espantosa
quanto a Noosfera a promete ao Futuro!
L. V.

P. S.
Vou rever os rabiscos que sobre o Encontro já fui escrevendo nos rascunhos. Depois volto aqui. 
Peço é que, entretanto e sobretudo, não percam de vista o nosso-vosso blogue «encontrolivreiro.blogspot.com».
Logo aí já se vê muito e a palavra de Luís Guerra no domingo eo primeiro post sobre o Encontro, da Sara Figueiredo Costa...  Apesar de ter ela muito mais que fazer do que eu, está feito. E é de excelente profissional do jornalismo cultural. Concordem, por favor.
L. V.

domingo, 27 de março de 2011

ÚLTIMO DOMINGO DE MARÇO!

Há coisas que acontecem, sempre alguma coisa tem de acontecer…
Para que o mundo continue é preciso que aconteça alguma coisa, não é?
Então que aconteça, em Setúbal, na Livraria, o II ENCONTRO LIVREIRO, hoje, último domingo de Março, dia 27!

É hoje!
E o tempo? Madrugava. Fui ver e sorri…  Chovia uma chuva silenciosa, apropriada ao ditado:
MARÇO, MARÇAGÃO:
DE MANHÃ CARA DE CÃO,
À TARDE VERÃO!

Livreiro trata de o confirmar, que é já hoje!
Comprometes-te foi só com isso: oferecer um Moscatel de Setúbal a quem aparecesse com o TRAJE OBRIGATÓRIO.
Tens de cumprir: achas que tens garrafas suficientes?
- Depende: podem vir todos ou só alguns. Isto é só para quem quer e não vem para ver, mas para dizer:
«eu também estou cá, neste barco, é para remar. Contem comigo! Sou fulano e posso dar aqui um contributo para a boa disposição».

Boa viagem para cá!
Até mais logo!
Venham daí!
Almocem com os amigos e companheiros um bom peixe assado. Depois venham fazer um brinde aos tempos melhores que está nas nossas mãos que aconteçam!
Porque há coisas que acontecem.
É sempre possível que aconteçam: é isso?
L. V.

sábado, 26 de março de 2011

GENTES DO LIVRO: AQUI!!!

dIÁ-LOGOS



do

encontro livreiro anual



EM SETÚBAL



             

            GENTES DO LIVRO

       cooperação              entendimento 

  entendimento            conhecimento 


  conhecimento             convívio

              convívio             encontro

              encontro           livreiro

             livreiro              março

              março             último

              último             domingo

          domingo             primavera

        primavera             setúbal

             setúbal             aqui

                     aqui
                                            
NÓS


gentes do livro, uni-vos



                                                                                              Pedro Vieira
Até amanhã!

L. V.

sexta-feira, 25 de março de 2011

FINS-DE-SEMANA EM CHEIO!

1
Diário de Sebastião da Gama?
Amanhã, sábado, 26.
Já disse, hoje peço que vão ler.

2
Encontro Livreiro?
Depois de amanhã, domingo, 27.
Já disse, hoje peço dispensa
e envio para
ISTO NÃO FICA ASSIM «encontrolivreiro.blogspot.com»


3
Dia Internacional do Livro Infantil?
De amanhã a oito dias, sábado, 2 de Abril

E o tempo foi-se! Não posso fazer mais nada hoje.
Porquê?
Por isto
(Compor cartazes leva tempo
e agora vamos a ver se  «cola»…):

SÁBADO 
                   2
DE ABRIL

DIA INTERNACIONAL
DO LIVRO INFANTIL

                        A ÁRVORE DE
clip_image008
ANDERSEN EM SETÚBAL

A livraria Culsete vai mais uma vez comemorar este dia
no seu espaço, trazendo a Setúbal os escritores
Luísa Ducla Soares e Fernando Bento Gomes
e o ilustrador e autor de banda desenhada José Ruy.

A partir das 15 horas
a porta da nossa livraria
estará aberta

TRAGA AS CRIANÇAS! * TRAGA AS CRIANÇAS!
CRIANÇAS E JOVENS! * CRIANÇAS E JOVENS!

clip_image002

                   clip_image004

*
Completamente diferente!
É mesmo de:
- L. V.

quinta-feira, 24 de março de 2011

DOMINGO é 27. JÁ?


Mas, antes, o sábado:




Em Setúbal, em 26 de Março – Apresentação da nova edição do “Diário” (Editorial Presença), de Sebastião da Gama, por Clara Rocha, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Setúbal, pelas 18h30.



DEPOIS…
EM SETÚBAL, EM 27 DE MARÇO

Tudo a ver com a nova era.
Que  já cá está? 
E sobretudo que pressinto. A era da ainda maior facilidade de tudo em correr. Este mundo da nova comunicação. A rapidez e eficácia.

Antes dizíamos que o tempo passava a correr ou a voar.
Alguém por aí já terá inventado um bom superlativo para o nosso velho dito!

Depois… Depois…
É que não vai havendo dispensa  de olharmos para os pés.
Sentir o chão. 
Cair na conta de que não é engano: tudo chega mais depressa do que nós. Os pés não andam tanto que dominem o ritmo veloz em que vai  tudo.

É por isso!
Se me dizem que o II Encontro Livreiro é daqui a pouco mais de 50 horas, que outra reacção posso ter?
Ela aí vai, a que salta:
«Já!?»

«Gentes do Livro» em encontro e bom convívio. Porque é possível.
L. V.
olha a publicidade
http://irmaolucia.blogs.sapo.pt/2041219.html

gentes do livro, uni-vos

CÁ ESTAMOS!
Contagem decrescente

24 de Março FALTAM 3 dias


Contagem crescente
QUEM JÁ ABRIU O BLOGUE E PASSOU A MENSAGEM?
-Vale a pena abrir até ao último dia

http://encontrolivreiro.blogspot.com/
DE ONTEM PARA HOJE
3 a 23 de Março MAIS 851 visitas
Convívio
 
Livreiro
II ENCONTRO LIVREIRO ANUAL EM SETÚBAL

Blogue:
«
encontrolivreiro.blogspot.com »
Administração de Luís Guerra:
DOMINGO-27 de MARÇO-2011
A partir das 15h

CONVITE
para um Moscatel de Setúbal na Culsete

         O convite parte, com muito gosto, do livreiro da Livraria Culsete, mas leva um factor de multiplicação. Os amigos do ramo livreiro e todos os que se consideram como «Gentes do livro» são convidados e convidam-se uns aos outros para um convívio na tarde do domingo dia 27 deste mês de Março de 2011, com o único objectivo de nos encontrarmos e conversarmos descontraidamente saboreando um Moscatel de Setúbal.
         Uma forma simpática de prestigiarmos a livraria e o trabalho livreiro, assim afirmando a sua importância no mundo do livro e da leitura?
Manuel Medeiros
*Traje obrigatório:
interesse em participar e boa disposição!

Av. 22 de Dezembro, 23-A/B
2900-670 SETÚBAL
   

quarta-feira, 23 de março de 2011

«A LIÇÃO EM PESSOA»





Em Setúbal, em 26 de Março – Apresentação da nova edição do “Diário” (Editorial Presença), de Sebastião da Gama, por Clara Rocha, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Setúbal, pelas 18h30.






É que o Diário é também um avançadíssimo manual de Pedagogia. Sem dúvida! Antes, porém, e acima e por isso e para isso, é um testemunho do con-viver de um professor com os seus alunos a quem, por essa convivência, marcou um rumo de elevada dignidade para toda a vida.


Foi isto o que ontem disse, aqui neste blogue. E este acaso, ao abrir ao acaso, neste momento, o Diário que sobre a mesa de ontem para hoje me ficou? 
Peço  uma breve atenção para o que acabo de ler a páginas 162-163  desta nova edição e versão do Diário:

«O aluno acredita  em nós e não deve acreditar em vão. Impõe-se-nos que mereçamos, com a nossa, a pureza dos nossos alunos; que a nossa alimente a deles, a mantenha.
Sejamos a lição em pessoa (…).


Como e quanto confere, o que ontem escrevi com o que li hoje!
Este jovem professor! Tão jovem e tão mestre!
Escritas, estas palavras, no ano lectivo de 1948-1949 a 30 de Março. Li também o dia seguinte (seguinte neste diário…), 1 de Abril:

«(…)necessária e honesta a severidade em qualquer exame para professor.» 
L. V.


CÁ ESTAMOS!
Contagem decrescente

23 de Março FALTAM 4 dias

Contagem crescente
QUEM JÁ ABRIU O BLOGUE E PASSOU A MENSAGEM?

http://encontrolivreiro.blogspot.com/
DE ONTEM PARA HOJE
3 a 18+19+20+21+22 de Março MAIS 640+59+42+52+32 visitas

Convívio Livreiro

II ENCONTRO LIVREIRO ANUAL EM SETÚBAL

Blogue:
«
encontrolivreiro.blogspot.com »

Administração de Luís Guerra:

«encontro.livreiro@gmail.com»

DOMINGO-27 de MARÇO-2011

A partir das 15h

 

CONVITE

para um Moscatel de Setúbal na Culsete

 

         O convite parte, com muito gosto, do livreiro da Livraria Culsete, mas leva um factor de multiplicação. Os amigos do ramo livreiro e todos os que se consideram como «Gentes do livro» são convidados e convidam-se uns aos outros para um convívio na tarde do domingo dia 27 deste mês de Março de 2011, com o único objectivo de nos encontrarmos e conversarmos descontraidamente saboreando um Moscatel de Setúbal.

         Uma forma simpática de prestigiarmos a livraria e o trabalho livreiro, assim afirmando a sua importância no mundo do livro e da leitura?

Manuel Medeiros

*Traje obrigatório:

interesse em participar e boa disposição!

 

Av. 22 de Dezembro, 23-A/B

2900-670 SETÚBAL

265526698/culsete@gmail.com/

 

chapeuebengala.blogspot.com

 

terça-feira, 22 de março de 2011

DIÁRIO de Sebastião da Gama: a sorte que eu tive!

 
Em Setúbal, em 26 de Março – Apresentação da nova edição do “Diário” (Editorial Presença), de Sebastião da Gama, por Clara Rocha, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Setúbal, pelas 18h30.
Pois foi mesmo uma grande sorte e esta é uma boa ocasião para lhes agradecer, aos alunos de Sebastião da Gama, gente mais ou menos da minha idade. Espero não faltar e espero que não faltem à apresentação desta nova edição de o «seu» Diário. Que não faltemos nem eu nem eles nem quem se apercebe da importância deste início de uma nova etapa da divulgação da obra e do testemunho de Sebastião da Gama.

Eles os alunos, tiveram a sorte de terem Sebastião da Gama como professor e eu a de ler com eles e neles o Diário.
«
E neles», um grande número deles, muitos dos nomeados nos cadernos do seu professor.
É isso: «e neles»!
De Setúbal, de Lisboa, de Estremoz.
Mesmo que, porventura,  alguns já não se lembrem do que veio aos nossos encontros de há 25 anos, lembro-me eu, porque a lição foi muito impressionante.

Boas recordações de professores, muita estima, admiração, gratidão, direi mesmo que veneração, sempre encontrei, felizmente, ao longo da vida, toda ela vivida muito perto da escola ou a ser ainda frequentada ou já somente a ser lembrada. Mas um caso como este, dos alunos de Sebastião da Gama!?

Ler o Diário assim, como me foi possível ler, é mesmo uma «sorte-grande»! Só quem não acompanhou Sebastião da Gama pela leitura deste seu Diário de professor estagiário ou o leu mas não teve oportunidade de conviver com os que foram seus alunos é que não alcançará o que a mim mesmo vim dizer : «a sorte que eu tive»!

Gostava, sinceramente, de, no próximo sábado, reencontrar alunos de Sebastião da Gama tais como o Nicolau e o Rogério, de Setúbal, o Gabriel e o Ludovico, de Lisboa, o Deodato e a Laura, estes últimos de Estremoz, e, também de lá, o Armando Alves, com quem até agora apenas por telefone falei, e outros e mais outros e muitos outros.
É que o Diário é também um avançadíssimo manual de Pedagogia. Sem dúvida!  Antes, porém, e acima e por isso e para isso, é um testemunho do con-viver de um professor com os seus alunos a quem, por essa convivência,   marcou um rumo de elevada dignidade para toda a vida.
L. V.

olha a publicidade
http://irmaolucia.blogs.sapo.pt/2041219.html

CÁ ESTAMOS!
Contagem decrescente

2
22 de Março FALTAM 5 dias


Contagem crescente
QUEM JÁ ABRIU O BLOGUE E PASSOU A MENSAGEM?

http://encontrolivreiro.blogspot.com/
DE ONTEM PARA HOJE
3 a 18+19+20+21de Março MAIS 640+59+42+52 visitas

segunda-feira, 21 de março de 2011

DIA MUNDIAL DA POESIA

DE VÉSPERA, DOMINGO-20.3.2011, na Culsete 
com o Poeta e com o seu livro
SE AS COISAS NÃO FOSSEM O QUE SÃO
Helder Moura Pereira,
com o editor Manuel Rosa, à direita e, à esquerda, o actor Fernando Guerreiro

I
E hoje? Na livraria muito espaço vazio, ao contrário de ontem. Foi acertado, portanto, que tivéssemos…. 
E também foi bom para que, embora por pouco tempo, pudéssemos  participar, a minha companheira e eu, na Maratona da Poesia programada na Biblioteca Municipal.
Fomos à Biblioteca, por mão amiga levados e porque acreditamos que todos somos poucos para o muito que é bom e necessário fazer.
Cada um com três poemas que escolheu. Quais, de quem, porquê? Posso pedir que baste responder somente a «de quem?» E que baste para se deduzir o mais?
Fátima Ribeiro de Medeiros: Helder Moura Pereira, Manuel Bandeira e Carlos de Oliveira.
Manuel Medeiros  (R. V.): Matilde Rosa Araújo, Maria do Céu (obrigado, amigo Olegário Paz, por vires lembrar a D. Maria do Céu, a artista terceirense  que conheci há mil anos e só agora sei que se chamava Maria Francisca do Carmelo Bettencourt!) e ainda, a encerrar, comovidamente, uma evocação do nosso saudoso poeta Gomes Sanches.

II
E o eco de ontem? 
O eco da tarde com Helder Moura Pereira, aqui em Setúbal, a sua cidade, que sente por terra natal daquela maneira que nos descreveu e que aqui é indescritível e indescritível fielmente seja
lá para quem for, além do próprio…
Um eco a que não consentiremos se sobreponha nenhum desagradável ruído.

Ouviu-se Poesia!
Repito com maiúsculas: OUVIU-SE POESIA!
O que já não seria pouco.
O prazer de ouvir! Para quem trazia dos seus dias silenciosos a leitura de Se as Coisas não Fossem o que São, foi muito prazer. E  esse ouvinte-para-quem ficou a pensar que quanto mais e melhor se tiver apreciado um poema em horas de silêncio, tanto maior prazer virá de ouvi-lo, se bem declamado como ontem aconteceu.

E ouvir o Helder, meio a fingir-se meio a revelar-se , a dizer-nos o que esta sessão lhe deu ocasião para nos dizer?
Sobre si. Sobre o seu entendimento com Setúbal. Sobre a pseudo-crítica e a crítica autêntica.  A leitura, a devida leitura, a leitura. Sobre trabalho cuidadoso durante três anos a organizar este livro à volta do qual a tarde foi correndo. Sobre os adjectivos, nossos e de outros. Sobre…

Posso dizer isto a alguém?
«Custa-te a ler e compreender esta poesia, a poesia de Helder Moura Pereira?
Se fosse a ti, não desistia. Asseguro: compensa!»
Compensa e provou-se.
Os três nos deram provas sobejas: o Helder, o Fernando Guerreiro, o Manuel Rosa.
Como se provou e como se ouviu. Almeida Santos:
«reconciliei-me com a poesia do Séc. XXI». 
L. V. 


CÁ ESTAMOS!
Contagem decrescente

21 de Março   FALTAM   6 dias


Contagem crescente
QUEM JÁ ABRIU O BLOGUE E PASSOU A MENSAGEM?

http://encontrolivreiro.blogspot.com/
DE ONTEM PARA HOJE
3 a 18+19+20 de Março MAIS 640+59+42 visitas

domingo, 20 de março de 2011

A MEMÓRIA O QUE CONTA! POR (UM) ACASO…

março 22, 2004

Houve poesia na Culsete
José Teófilo Duarte dá-nos conta, no seu Blogoperatório, do que aconteceu na sessão organizada por Fátima Medeiros, na Culsete, em Setúbal e diz-nos que “foi notável”.

“Fátima apresentou a iniciativa com entusiasmo e bem.
“Manuel Medeiros falou sobre a relação dos poetas e dos editores com os livreiros.
“Foi eloquente e objectivo.
“Manuel Rosa falou sobre o prazer de dar corpo a um livro e, respondendo a Manuel Medeiros, sobre o papel do livreiro na sua promoção.
“Fernando Cabral Martins apresentou Helder Moura Pereira, com a expressão do profundo conhecimento da sua obra.
“Chegou a vez de Helder. Brilhante. Entre o emocionado e o emocionante, ofereceu-nos uma saborosa tarde de conversa. Percorreu os livros que tem escrito, lendo os poemas que o fizeram como poeta. Leu um lindíssimo inédito.
“Foi muito bom estar ali.
“Bela forma de comemorar a poesia”.
Publicado por dizerbem em março 22, 2004


E HOJE É HOJE!!!
DE NOVO A COMEMORAÇÃO DO
DIA MUNDIAL DA POESIA NA CULSETE
COM HELDER MOURA PEREIRA

Domingo, 20 de Março de 2011



Foto de blogoperatorio - post de 19 de Março de 2011

«Por (um) acaso…»?
E foi mesmo por acaso que o L. V. encontrou o «dizerbem» de 2004.
E logo hoje, nesta manhã de esplendores de luz, um acaso a vir tão precisamente a…?
A memória conta.
E às vezes conta-nos.
L. V.

TARDE DE HOJE, DOMINGO, DIA 20, 16,30h,
NA CULSETE
COM HELDER MOURA PEREIRA
E O SEU ÚLTIMO LIVRO
SE AS COISAS NÃO FOSSEM O QUE SÃO
COLABORAÇÃO DE FERNANDO GUERREIRO


IM005146_thumb220_thumb_thumb
Dia Mundial da Poesia - mais um 21 de Março.
Saudação à Primavera e à maravilha da Árvore!
Com Poesia! À Poesia!



CÁ ESTAMOS!
Contagem decrescente

10 de Março FALTAM 7 dias


Contagem crescente
QUEM JÁ ABRIU O BLOGUE E PASSOU A MENSAGEM?

http://encontrolivreiro.blogspot.com/
DE ONTEM PARA HOJE
3 a 19+20 de Março MAIS 640+59 visitas

sábado, 19 de março de 2011

TIRO O MEU CHAPÉU A… (2)

«blogoperatorio.blogspot.com»
DAS COISAS NASCEM AS COISAS | Lembrei-me desta frase de Bruno Munari a propósito do livro que Helder Moura Pereira publicou no final do ano passado. Já aqui disse o que tinha a dizer sobre o livro. Mas como umas coisas levam a outras, tem esta missiva a intenção de vos dar a conhecer que o Helder vai estar amanhã à tarde na Livraria Culsete, em Setúbal, a partir das quatro e meia da tarde. Eu vou lá rever amigos. E tenho a certeza que vai ser uma boa tarde de domingo.

A propósito do livro Se as coisas não fossem o que são
Edição Assírio & Alvim
Sessão na Livraria Culsete, a partir das 16:30.
Avenida 22 de Dezembro, 23, Setúbal

E mais a quem, ainda hoje?
«Tiro o meu chapéu a…» José Teófilo Duarte.
L. V.

TIRO O MEU CHAPÉU A… (1)

http://encontrolivreiro.blogspot.com/:
Os livros, apesar de maravilhosos, nada são sem as gentes que o suportam, amam e acarinham, nada sem os que os lêem, que os promovem, que os ensinam e que os tornam, como se costuma dizer hoje, virais. Os livros possuem o péssimo hábito de não serem auto-suficientes. Precisam de pessoas como nós para terem vida, para serem vida.

E quantos mais formos, mais persistiremos contra o apagar da luz.

Nuno Fonseca

A quem, hoje?
«Tiro o meu chapéu a…» Nuno Fonseca!
L. V.

TARDE DO PRÓXIMO DOMINGO, DIA 20, 16,30h, NA CULSETE

COM HELDER MOURA PEREIRA
E O SEU ÚLTIMO LIVRO SE AS COISAS NÃO FOSSEM O QUE SÃO
COLABORAÇÃO DE FERNANDO GUERREIRO
   
IM005146_thumb220_thumb
Dia Mundial da Poesia - mais um 21 de Março.
Saudação à Primavera e à maravilha da Árvore! 
Com Poesia! À Poesia! 

 

CÁ ESTAMOS!
Contagem decrescente        

19 de Março                  FALTAM                   8 dias


Contagem crescente
QUEM JÁ ABRIU O BLOGUE E PASSOU A MENSAGEM?

http://encontrolivreiro.blogspot.com/
DE ONTEM PARA HOJE
3 a 15+16+17+18 de Março   MAIS  484+26+42+ 52+36visitas

sexta-feira, 18 de março de 2011

«TANTA PRIMAVERA»! Ah, sim? Felizmente, porque…

1
TARDE DO PRÓXIMO DOMINGO, DIA 20, 16,30h, NA CULSETE

COM HELDER MOURA PEREIRA
E O SEU ÚLTIMO LIVRO SE AS COISAS NÃO FOSSEM O QUE SÃO
COLABORAÇÃO DE FERNANDO GUERREIRO
   
IM005146_thumb220
Dia Mundial da Poesia - mais um 21 de Março.
Saudação à Primavera e à maravilha da Árvore! 
Com Poesia! À Poesia!

2

BARCO BARQUINHO
I
barco barquinho
desembarquei
mas do balanço
como o farei

II
não me baloices
barco barquinho
que sou em terra
firme em sozinho

barco barquinho
és tu e eu  
foi o destino
que ao mar nos deu

III
barco barquinho
desembarquei
no seu balanço
preso fiquei
                              R. V. 
3
O livreiro velho jura que se uma nova Primavera lhe oferecer nova viagem, como tudo leva a crer que sim, vai levar consigo para a Festa da Poesia  O Cantar da Tila. Para que, quando voltar a desembarcar, se sente a ler O BANCO DO JARDIM.
Um poema que  a Matilde Rosa Araújo  encerra com a imagem «das árvores nuas».
Mas que nos diz…
«tanta Primavera»!
L. V.

CÁ ESTAMOS!
Contagem decrescente        

18 de Março                  FALTAM                   9 dias


Contagem crescente
QUEM JÁ ABRIU O BLOGUE E PASSOU A MENSAGEM?

http://encontrolivreiro.blogspot.com/
DE ONTEM PARA HOJE
3 a 15+16+17 de Março   MAIS  484+26+42+ 52visitas

quinta-feira, 17 de março de 2011

A página 31

Quantas vezes terei de reler ainda  esta página 31 da revista Ler nº.100  de modo a decorar algumas das frases que mo vão exigindo?
Eu sou muito velho, mas tento, todos os dias,ou quase todos, aprender um poema, ou fragmentos de um poema, de cor, porque é assim que se agradece uma bela obra.
De mestre! Sem dúvida! Steiner no seu melhor, aos oitenta e dois anos.
L. V.


CÁ ESTAMOS!
Contagem decrescente        

17 de Março                  FALTAM                   10 dias


Contagem crescente
QUEM JÁ ABRIU O BLOGUE E PASSOU A MENSAGEM?

http://encontrolivreiro.blogspot.com/
DE ONTEM PARA HOJE
3 a 15+16 de Março   MAIS  484+26+42 visitas

quarta-feira, 16 de março de 2011

PELA POESIA E PELO POETA

TARDE DO PRÓXIMO DOMINGO, DIA 20, 16,30h, NA CULSETE

COM HELDER MOURA PEREIRA
E O SEU ÚLTIMO LIVRO SE AS COISAS NÃO FOSSEM O QUE SÃO
COLABORAÇÃO DE FERNANDO GUERREIRO
   
IM005146
Dia Mundial da Poesia - mais um 21 de Março.
Saudação à Primavera e à maravilha da Árvore! 
Com Poesia! À Poesia!

«Caindo em segunda-feira, neste ano de 2011, o melhor é mesmo que no domingo à tarde marquemos o  costumado encontro na Culsete».
Pensado.
Resolvido! 
  
Desde que em 1999 o Dia Mundial da Poesia foi proclamado pela Unesco, a Culsete empenhou-se na sua comemoração e gratíssimas recordações se vieram encastoando no prosseguir de mais este nosso empenho.

21 de Março de 2004. A fotografia de Helder Moura Pereira que para aqui nos é tão grato trazer hoje, recorda-nos uma inolvidável tarde do Dia Mundial da Poesia na Culsete.
Inolvidável para nós e cremos que para todos quantos a viveram.

Setúbal novamente a pedir ao nosso poeta, que tanto  honra esta sua cidade, que venha estar connosco e nos leia a sua poesia.

Setúbal precisa de o conhecer, a este seu ilustre filho!
Setúbal tem obrigação de ler a poesia de Helder Moura Pereira!
L. V.

CÁ ESTAMOS!
Contagem decrescente        

16 de Março                  FALTAM                   11 dias


Contagem crescente
QUEM JÁ ABRIU O BLOGUE E PASSOU A MENSAGEM?

http://encontrolivreiro.blogspot.com/
DE ONTEM PARA HOJE
3 a 15+16 de Março   MAIS  484+26 visitas

terça-feira, 15 de março de 2011

ÀS VEZES É DE OUVIR

Hoje, do que se diz e ouve, trouxe esta e acho que ...

Só o excesso corresponde à paixão!

Vale a pena ficar a pensar? Isso, depois! Se, evidentemente, …
L. V.


CÁ ESTAMOS!
Contagem decrescente        

15 de Março                  FALTAM                   12 dias


Contagem crescente
QUEM JÁ ABRIU O BLOGUE E PASSOU A MENSAGEM?

http://encontrolivreiro.blogspot.com/
DE ONTEM PARA HOJE
3 a 8+9+10+11+12+13+14 de Março MAIS243+40+44+43+40 +31+43visitas

segunda-feira, 14 de março de 2011

MUITOS LIVROS? TALVEZ. MAS MUITA MAIS, A ESCRITA. QUEM LÊ TANTO?

I
choveu toda a noite e o céu da manhã está coberto de nuvens insatisfeitas

partir do princípio de que não há razão nenhuma para sair por aí como se ainda fosse um ir para algum lado

cuidado
nem oito nem oitenta
que o passo pequeno já está consagrado como passo de gigante
com razão
a grande razão

cuidado
cuidado
pois pois
sim sim
mas aonde vamos tu e eu

que não sairemos daqui onde é a nossa terra
só um planeta e bem pequeno
de uma pequena estrela

ou vais dar razão às formigas
gigantescamente carregando
a pequenez do mundo

e ir contigo apesar da chuva
mas pela música
ouvindo a música
a sua a outra a nossa

II
a vida
compasso a compasso
conformada
assim
às leis da música

talvez aí
uma aberta para o mistério da beleza
ou da música exprimindo
quer alegria
quer dor
R. V.

E se agora o livreiro velho pedisse desculpa?
Acho bem…
L. V.


CÁ ESTAMOS!
Contagem decrescente        

14 de Março                  FALTAM                   13 dias


Contagem crescente
QUEM JÁ ABRIU O BLOGUE E PASSOU A MENSAGEM?

http://encontrolivreiro.blogspot.com/
DE ONTEM PARA HOJE
3 a 8+9+10+11+12+13 de Março    MAIS   243+40+44+43+40 +31visitas