domingo, 24 de junho de 2012

CONCORDÂNCIAS



A MESMA PAISAGEM AGORA SEM EIRA

UM HOMEM

menino de avô
quem foi que o foi?

ladrilhos do destino quando fui a pisar-vos trazia comigo a lição do avô em sereno e sábio e do seu trabalho único senhor

menino de avô
quem foi que o foi?

nem uma palavra a mais ou um único gesto de poder em sua natural autoridade

menino de avô
quem foi que o foi?

se hoje te visse de olhos nas nuvens o tempo prevendo ou na mesma eira o teu livro lendo de novo me via no muito respeito do neto a quem deste o simples modelo do que é ser um homem avô se te visse se hoje te visse

menino e avô
como é o que foi?

R.V.

Sem comentários:

Enviar um comentário