sábado, 21 de julho de 2012

CONCORDÂNCIAS


um hino tranquilo

RECOLHIMENTO
concentrada num fora de si que a diga inteiramente a alma do homem recolhe-o para que o devolva à consciência da sua origem-e-destino-em-universo
letra e música convidadas partituram um hino tranquilo ao amor à beleza e à vida 
se uma lágrima chegar recebe-a tão delicadamente que brilhe e estremeça em sensação de carícia
ao momento de ver sucedeu para agora o da contemplação e ninguém saberá dizer a quem vai o que só quem viveu poderia ter dito e não soube
a história de um homem nunca será contada por quem a viu sem nunca ter chegado a vivê-la
R. V.

Sem comentários:

Enviar um comentário