sexta-feira, 5 de outubro de 2012

NORBERTO ÁVILA, SETÚBAL, 6 DE OUTUBRO

Poderia acrescentar que… Preferível, porém, que me limite a uma transcrição, que aqui fica por um abraço amigo e fraterno com muita alegria e orgulho por mais esta homenagem a Norberto Ávila, o autor de toda a sua obra, o dramaturgo de nome consagrado e já ao lado dos maiores autores de teatro da nossa literatura, o homem de rara qualidade, o que de modo algum é o menos. M. M.
clip_image002
DRAMATURGO  
NORBERTO ÁVILA 
HOMENAGEADO EM SETÚBAL
NO X FÓRUM DA FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE TEATRO
clip_image002[5]

I
NORBERTO ÁVILA nasceu em Angra do Heroísmo, Açores, a 9 de setembro de 1936. De 1963 a 1965 frequentou, em Paris, a Universidade do Teatro das Nações. Criou e dirigiu a revista Teatro em Movimento (Lisboa, 1973-75).
 Chefiou, durante 4 anos, a Divisão de Teatro da Secretaria de Estado da Cultura; abandonou o cargo em 1978, a fim de dedicar-se mais intensamente ao seu trabalho de dramaturgo.
 Traduziu obras de Jan Kott (Shakespeare Nosso Contemporâneo), Jacques Audiberti, Eduardo Blanco-Amor, Fassbinder, Albert Husson, Junji Kinoshita, Arthur Miller, Shakespeare, Schiller, Valle-Inclán, Tennessee Williams, Liliane Wouters e José Zorrilla.
 Dirigiu para a RTP (1º Canal), a partir de novembro de 1981, uma série de programas quinzenais dedicados à atividade teatral portuguesa, com o título de Fila 1.
 As obras dramáticas de Norberto Ávila, maioritariamente reunidas na coletânea ALGUM TEATRO (20 peças em 4 volumes, Imprensa Nacional-Casa da Moeda) têm sido representadas em muitos países: Alemanha, Áustria, Bélgica, Brasil, Coreia do Sul, Eslovénia, Espanha, França, Holanda, Itália, Portugal, República Checa, Roménia, Sérvia e Suíça.
 Autor por diversas vezes premiado, principalmente como dramaturgo: – Prémio Manuscritos de Teatro (1962): O Servidor da Humanidade; 2º Prémio dos 30 Anos do Teatro Experimental do Porto: A Paixão Segundo João Mateus; 1º Prémio dos 50 Anos da Sociedade de Autores (1975): As Cadeiras Celestes; Prémio à Publicação, da Associação Portuguesa de Escritores (1983): Florânia ou A Perfeita Felicidade. Prémio Natália Correia (1999): livro de poemas Percurso de Poeta.
 Foram-lhe atribuídas as Medalhas de Honra da Sociedade Portuguesa de Autores e da Casa dos Açores, de Lisboa. Mais recentemente, duas condecorações: a Insígnia Autonómica de Reconhecimento, da Região Açores (2010) e a Comenda da Ordem de Mérito (2011).
II
Programa Oficial
Sexta-Feira, 5 de Outubro 2012
20:00 - Recepção aos Participante
Prémios para Melhor Cenografia e Melhor Guarda-roupa
Nomeado para Melhor Interpretação Feminina – Céu Campos,
Melhor Interpretação Masculina – Fernando Guerreiro,
Melhor Encenação e Melhor Espectáculo
Sábado, 6 de Outubro 2012
08:30 - Abertura do Secretariado
09:00 - Cerimónia Oficial de Abertura do Fórum
09:30 - Sessão Solene de Abertura do Fórum
Homenagem ao Dramaturgo Norberto Ávila
Domingo, 7 de Outubro 2012
15:30 - Espectáculo de Encerramento dos Painéis
Com base no texto
“UMA NUVEM SOBRE A CAMA”
de Norberto Ávila

Sem comentários:

Enviar um comentário