quarta-feira, 21 de novembro de 2012

CONCORDÂNCIAS

Janela de Santa Maria até ao Mar Profundo clip_image0027

Foto ONÉSIMO TEOTÓNIO ALMEIDA

 

muito mais do que o meu corpo este mergulho transindo

tão a fundo o que sou alma

mergulho neste mistério que entre meu ser e não ser

vai acordando evidências

quem tivesse entendimento para abrir mão de si-pouco

em troca de ver-se a fundo

e que feliz se pudesse convidar quem com futuro

para projectar-se em mundo

a seguir ao ver profundo

R. V.

3 comentários:

  1. Gosto muito deste seu poema. Há qualquer coisa nele que se aproxima do que acabei de escrever.

    (http://umjeitomanso.blogspot.pt/)

    Desejo-lhe um bom dia.

    ResponderEliminar
  2. O RV anda a meter-se em profundezas para além de.
    Deixe-se disso e pense no aquém, onde é estimado e se reclama uma prolongada presença sua. Terá muito tempo depois para escrever sobre as experiências futuras.
    a.
    o.

    ResponderEliminar
  3. O Onésimo tem toda a razão. Ao pé desta janela, falámos do RV. Só coisas boas.

    ResponderEliminar