segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

O TEMPO A LER: DE CADA VEZ QUE…

Se me disseres que perdeste tempo com a escrita, posso aceitar. Com a leitura, por exemplo a de Jean Genet que hoje te apanhou, é diferente (papelamais.blogspot.com). Não aceito que me digas, nunca, que perdeste tempo a ler.

Quem vai em perder é quem não lê. Porque não consegue, embora queira, ou, bem pior, porque não sente a falta que a leitura lhe faz.

Impressiona…

Isto de nos apercebermos de que mesmo quem sempre teve bons hábitos de leitura passou a ler tão pouco e tão mal. Impressiona…

As pessoas a ser dominadas pelo circunstancial de um ambiente tão absorvente do espírito. Tanto que não lhes resta nem tempo nem espírito para a indispensável leitura...

Fica, pois, o recado: não voltes a dizer-me que perdeste tempo a ler.

R. V.

 

Sem comentários:

Enviar um comentário