sexta-feira, 15 de março de 2013

CONCORDÂNCIAS

imageFoto de Arlindo Bettencourt

TEMPO DE TEMPERAR

Vês um mar revolto em modo tanto de assustar. Há um barco que não se lhe esconde, nenhum ar de medo ou de instintiva fuga, enfrenta-o em tempo marcado comum a seus serviços de transporte e vai por atravessá-lo com sua tripulação e quem de viagem.

Chamaste-lhe aventura, a este diálogo de bravos? Loucura? Que me dizes de estar eu chamando ao momento de ver um tempo de temperar?

Temperar a coragem de viver em Vida e Mundo como são. Conhecer em suave prazer suas águas serenas, viver. Ver a coragem sábia de enfrentar as ondas temerosas. Mais do que as ondas, as dores, as desgraças, as misérias, viver. Em fim.

R. V.

 

Sem comentários:

Enviar um comentário