segunda-feira, 18 de março de 2013

SES DA FINGOVIDA

   3  x  3

OU TU

………n

………n

………n

d

    d
        a

n.……..

n.……..

n.……..

Nada

Nem bem nem mal

Nem certo nem errado

Depois do dia a noite

Depois da noite o dia

A noite o dia e nada

Nem bem nem mal

Nem certo nem errado

Nada e mais nada

R.V.

sexta-feira, 15 de março de 2013

CONCORDÂNCIAS

imageFoto de Arlindo Bettencourt

TEMPO DE TEMPERAR

Vês um mar revolto em modo tanto de assustar. Há um barco que não se lhe esconde, nenhum ar de medo ou de instintiva fuga, enfrenta-o em tempo marcado comum a seus serviços de transporte e vai por atravessá-lo com sua tripulação e quem de viagem.

Chamaste-lhe aventura, a este diálogo de bravos? Loucura? Que me dizes de estar eu chamando ao momento de ver um tempo de temperar?

Temperar a coragem de viver em Vida e Mundo como são. Conhecer em suave prazer suas águas serenas, viver. Ver a coragem sábia de enfrentar as ondas temerosas. Mais do que as ondas, as dores, as desgraças, as misérias, viver. Em fim.

R. V.

 

quarta-feira, 13 de março de 2013

em minúsculas

o olhar de ouvir é natural respeito da atenção mas que se saiba o homem aquele nunca assim ouviu ninguém

desta vez nem ao menos voltar-se para ti ouvindo-te embora com seu habitual acinte de fitar o vazio

até as palavras do filho as ouve deste modo e admirável o aprumo com que ao menos diante ti o jovem se comporta

de um este ou aquele homem a convivência em mundo decorrendo assim enriquece a fauna?

a laboriosa arte da diversidade em natureza criadora não me respondeu

respondes tu?

R. V.